Por um não-coagido fluxo migratório. Dia 19 de Abril, 9:00h/18:00h, Lisboa Universidade Católica Portuguesa, Sala de Exposições.

11º Congresso “Portugal Emigrante

A Associação CAIS está a organizar o seu 11º Congresso que se irá realizar no dia 19 de Abril de 2012 na Sala de Exposições da Universidade Católica Portuguesa. Um evento que tem por objectivo despertar a sociedade para problemáticas relevantes e de interesse comum.

Este ano o tema será Portugal Emigrante - Por um não-coagido fluxo migratório”.

Enquadramento

A emigração portuguesa não é um fenómeno recente. Intimamente ligada à História dos Descobrimentos, a sua realidade surge no século XVI como parte constituinte da expansão portuguesa. Por isso, a importância da sua análise, por estes dias, não se deve à sua novidade, nem tão pouco se esgota num estudo que possa até comparar as razões que tornaram o fenómeno particularmente visível na segunda metade do século passado com as de agora.

Por que indispensável à construção e desenvolvimento do ser humano, a migração, como livre mobilidade, também se impõe como um direito. O que não é direito, nem dever de alguém é o que aqui apelidamos de mobilidade ou migração coagida.

Nestes termos, o que este Congresso CAIS pretende questionar, organizado, nesta edição de 2012, em parceria com o Centro de Estudos dos Povos e Culturas de Expressão Portuguesa (CEPCEP), não é a transformação desejável a que nos sentimos chamados, e que advém normalmente, e com maior riqueza, de um livre sulcar de terras e oceanos, mas um particular e complexo fluxo migratório coagido.

Por outro lado, o facto do Governo de um qualquer Estado de Direito ter a obrigação de oferecer aos seus filhos, sem excepção, condições mínimas garantes de um razoável bem-estar, também faz com que o Congresso interrogue a forma como sobretudo o poder político-económico tem ultimamente lidado com a emigração, mormente quando pessoas se vêem forçadas a abandonar o país, sem nunca o terem desejado.

Por último, e sem com isso entender negar (antes pelo contrário) uma particular ideia de cidadania universal, o Congresso, através do elogio dos vastos recursos disponíveis e do sucesso de milhares de residentes, nacionais ou estrangeiros, também se propõe revelar com total abertura e esperança no futuro, que Portugal é e vai continuar a ser: Terra de Oportunidades.

Conheça aqui o Programa

Entrada Gratuita!

Garanta o seu lugar através de inscrição por email para rosa.andersen@cais.pt ou 21 8369004

2012-03-22 em Congressos