José Miguel Santos Pereira, 40 anos

José Pereira

“Trabalhei como pasteleiro, mas a casa foi à falência. Foi então que comecei a trabalhar com a CAIS. Há mais de dez anos que sou vendedor da revista. O meu ponto de venda habitual é a Avenida da Igreja, em Alvalade. Sinto-me bem ali porque os clientes geralmente vêm ao meu encontro e perguntam-me se já tenho a revista nova. Dizem, muitos deles, que agora até estão a gostar mais da revista, tanto pelos conteúdos, como pela qualidade do papel e pela forma como vem plastificada.”

2010-08-15 em Testemunhos