50 anos.
Natural de Lisboa.
Vendedor desde 2015.
Local de Venda: Baixa-Chiado

Jorge Ribeiro

Um filme que o tenha marcado e porquê?
Pink Floyd – The Wall, de Alan Parker. Gostei da história, das personagens e do contexto em que o filme foi feito.
Uma música que o tenha marcado?
“Perfeito Vazio”, dos Xutos e Pontapés. Tenho-a como despertador.
Qual o seu artista favorito? Porquê?
Jean-Jacques Goldman. Adoro as letras e todo o estilo de música que ele faz.
O seu maior sonho?
Encontrar a verdadeira estabilidade na vida.
O que queria ser quando era pequeno?
Queria ser como o meu pai: polícia.
Qual a razão para se chamar Jorge Ribeiro?
Foi a minha família adotiva que me deu o apelido Ribeiro. O nome Jorge não sei.
Qual o seu lema de vida?
Nunca baixar os braços. Apesar de estar cansado, sou batalhador na vida.
Um sabor que lhe traga boas recordações?
Chocolate fundido, porque trabalhei quase 4 anos numa creperia.
Em que país gostaria de viver?
Gosto de viver no meu país.
Qual o seu sítio preferido na cidade de Lisboa e porquê?
A zona à beira-rio do Cais do Sodré. É onde costumo pescar, nos meus tempos livres.
As suas maiores qualidades?
Aprendi, com a idade, a ser mais humilde.
Os seus maiores defeitos?
A impulsividade.
Personalidade portuguesa que admira?
O já desaparecido Raul Solnado.
Gosta de ler?
Gosto de ler apenas aquilo que me interessa.
Desporto preferido?
A pesca.
Qual é o seu programa televisivo preferido?
Gosto de ver o Preço Certo.
Estação preferida do ano?
A Primavera.
Apoia algum clube desportivo?
Sporting.
Que valores lhe tenham transmitido desde sempre e que sejam muito importantes para si?
Aprender a conhecer-me. Aprender bons valores, sem me elogiar e criar regras e sentidos de vida.

2016-03-09 em Testemunhos